Museu Virtual - Cabeçalho- 27-07-2021 -1020.jpg

Guajará-Mirim / Rondônia / Brasil

 

PROJETO: Gravar em vídeos a História local. Apoie o projeto de valorização.

 

 

Guajará-Mirim: História Regional

 

As margens dos rios Guaporé e Mamoré são exploradas desde o século XVIII, e o povoamento da região onde formou se o município de Guajará-Mirim teve início na ocasião da criação da capitania de Mato Grosso. Posteriormente, a região passou por um período aproximado a um século no abandono, voltou a ser povoado por seringalistas e seringueiros no final do século XIX.

 

convidamos apoie Ad -1000.jpg

 

Guajará-Mirim: Formação da Cidade

 

A formação do povoado de Guajará-Mirim iniciou-se no final do século XIX, com a denominação Esperidião Marques, desenvolveu-se no período da construção da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré.

Guajará-Mirim sempre foi o maior centro comercial dos vales do Mamoré e Guaporé. Os seringalistas instalaram em Guajará-Mirim grandes barracões, para compra de látex e abastecimento da região com gêneros alimentícios e ferramentas, por ser o ponto final da ferrovia.

 

 

Guajará-Mirim: Administradores no Período de Povoado

Texto em pesquisa

 

Nossa Missão é- A -.png

 

Guajará-Mirim: Criação do Município

 

O município de Guajará-Mirim foi criado pela Lei nº 991, de 12 de julho de 1928. Pertencia ao estado de Mato Grosso até a criação do Território Federal do Guaporé, em 1943. Seus limites até 1977, abrangiam os vales do Mamoré e Guaporé, até a foz do rio Cabixi.

Foi desmembrado parte do município Guajará-Mirim, em outubro de 1977, para a composição da área do município Vilhena; em 1981, para a formação do município Costa Marques e em 06 de julho de 1988, para a formação do município Nova Mamoré.

 

 

Guajará-Mirim: Prefeitos Nomeados

Texto em pesquisa

 

 

 

Guajará-Mirim: Prefeitos Eleitos,

Após a criação do estado de Rondônia

 

Primeiro refeito: Isaac Bennesby, eleito em 31 de agosto de 1983 foi empossado no cargo no dia – de outubro do mesmo ano e concluiu a gestão em 31 de dezembro de 1988. Francisco Segundo refeito: Nogueira Filho, eleito em 15 de novembro de 1988 foi empossado no cargo no dia 1º de janeiro de 1989, concluiu a gestão em 31 de dezembro de 1992.

Terceiro prefeito: Isaac Bennesby, eleito para um segundo mandato em 4 de outubro de 1992 foi empossado no cargo no dia 1º de janeiro de 1993, concluiu a gestão em 31 de dezembro de 1996.

Quarto prefeito: Bader Massud Jorge, eleito em 6 de outubro de 1996 foi empossado no cargo no dia 1º de janeiro de 1997, concluiu a gestão em 31 de dezembro de 2000.

Quinto prefeito: Francisco José de Oliveira, eleito e faleceu antes da posse, no lugar foi empossado o vice-prefeito, Cláudio Roberto Scolari Pillon, em 1º de janeiro de 2001, concluiu a gestão em 31 de dezembro de 2004.

Sexto prefeito: Cláudio Pillon, eleito para um segundo mandato em 3 de outubro de 2004, foi empossado no cargo em 1º de janeiro de 2008. Por decisão judicial foi afastado do cargo e foi empossado José Mário de Melo (Dedé de Melo), o mandato foi concluído em 31 de dezembro de 2008.

Sétimo prefeito: Atalibio José Pegorini, eleito em 5 de outubro de 2008 foi empossado no cargo em 1º de janeiro de 2009, concluiu a gestão em 31 de dezembro de 2012.

Oitavo prefeito: Dúlcio da Silva Mendes, filiado ao PT, eleito em 7 de outubro de 2012, com 7.762 votos, representa 37,72% dos votos validos daquela eleição. Foi empossado no cargo de prefeito do município de Guajará-Mirim em 1º de janeiro de 2013, concluiu a gestão em 31 de dezembro de 2016.

Nono prefeito: Cicero Alves de Noronha Filho, eleito em eleição suplementar realizada em 2 de abril de 2017 foi empossado no cargo de prefeito no dia 20 do mesmo mês e ano, concluiu o mandato no dia 31 de dezembro de 2020.

Vale lembrar que a eleição para o cargo de prefeito realizada em 2 de outubro de 2016 foi anulada.

Décimo prefeito: Raissa da Silva Paes (Raissa Bento) Eleita em 4 de outubro de 2020 e empossada no cargo dia 1 º de janeiro de 2021, com mandato a ser concluído em 31 de dezembro de 2024.

Proibida reprodução - 1000.jpg

 

Guajará-Mirim: Câmara Municipal

 

O Poder Legislativo do Município Guajará-Mirim foi instalado em 6 de abril de 1929, e pelo Ato de nº. 1.099 foram nomeados os primeiros membros do Conselho Municipal de Guajará-Mirim.

A primeira câmara foi composta pelos vereadores José de Mendoça Lima, Sandoval Arantes Meira, Basílio Magno Ansolino, Carlos Costa, José Solencindo dos Santos Miguel Farias e Pedro Struthos.

Com a Revolução de 1930, as câmaras municipais foram fechadas e o Congresso Nacional foi extinto.

O Poder Legislativo do Município Guajará-Mirim foi reativada em 8 de outubro de 1969, pelo Decreto-Lei 411, que também criou a Lei Orgânica do município.

As primeiras eleições municipais em Guajará-Mirim, após a criação do Território Federal do Guaporé, foram realizadas em 30 de novembro de 1969. Os vereadores eleitos tomaram posse em 31 de janeiro em 1970, seus mandatos terminaram em 31 de dezembro de 1972. Na ocasião, a Câmara Municipal era composta de cinco vereadores.

 

 

Guajará-Mirim: Comarca, História

 

A Comarca de Guajará-Mirim foi instalada em 10 de abril de 1929 e pertencia à jurisdição do Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso. Com a criação do Território Federal do Guaporé, em 1943 a Comarca de Guajará-Mim passa, em 17 de abril de 1945, a ser vinculada ao Poder Judiciário do Distrito Federal e Territórios.

A Comarca de Guajará-Mirim, de segunda entrância, pertencente ao Poder Judiciário do Estado de Rondônia, foi criada pelo art. 157 do Decreto-Lei nº 008/82, e instalada em --- de --------- de 1982, com uma Vara Cível e uma Vara Criminal. A jurisdição abrange os municípios de Guajará-Mirim e Nova Mamoré.

 

Observação: Texto em fase de revisão ampliação

 

 

 

Guajará-Mirim: História da Educação no Município

 

Texto em pesquisa --------

 

 

 

Guajará-Mirim: História da Saúde no Município

 

Texto em pesquisa --------

 

 

 

Guajará-Mirim- 350.jpg
Guajará-Mirim, porto em 1977 - 350.jpg
Guajará-Mirim, 350.jpg
Guajará-Mirim, década de 40 - 350.jpg