Museu Virtual - Cabeçalho- 27-07-2021 -1020.jpg

Cerejeiras / Rondônia / Brasil

 

PROJETO: Gravar em vídeos a História local. Apoie o projeto de valorização.

 

 

Cerejeiras: Colonização Regional

 

O vale do Guaporé é explorado desde o período colonial. A navegação pelo rio Guaporé foi importante para o abastecimento dos garimpos de ouro na região de Vila Bela da Santíssima Trindade, capital da capitania de Mato Grosso. Com o fim da mineração ocorre o abandona da via fluvial.

A colonização agrícola no espaço onde está situado o município de Cerejeiras ocorre com a implantação pelo INCRA do Projeto Integrado de Colonização Paulo de Assim Ribeiro (PIC Paulo de Assis Ribeiro), que foi criado em 1973. Com esse projeto o Instituto Nacional de Reforma Agraria – INCRA colonizou a região dos atuais municípios: Colorado do Oeste, Cerejeiras, Corumbiara, Cabixi e Pimenteiras do Oeste.

Primeiro foram demarcados e distribuídos pelo INCRA lotes rurais na região onde formou-se a cidade de Colorado do Oeste, em seguido foram demarcados e distribuídos os lotes nas regiões que deram origem à formação dos atuais municípios de Cabixi, Cerejeiras, Corumbiara e Pimenteiras do Oeste. O início da ocupação do espaço onde hoje é a área urbana de Cerejeiras ocorreu por volta de 1976.

Com a distribuição de lotes rurais de tamanho médio de 100,0 hectares para famílias de colonos agricultores ocorre o povoamento rural da região. Na ocasião não havia estrada entre a região de Cerejeiras e a sede do projeto (Colorado do Oeste) portanto, os colonos caminhavam em picadão (trilhas) para chegar aos lotes rurais.

 

 

Cerejeiras: Colonização Regional

 

O vale do Guaporé é explorado desde o período colonial. A navegação pelo rio Guaporé foi importante para o abastecimento dos garimpos de ouro na região de Vila Bela da Santíssima Trindade, capital da capitania de Mato Grosso. Com o fim da mineração ocorre o abandona da via fluvial.

A colonização agrícola no espaço onde está situado o município de Cerejeiras ocorre com a implantação pelo INCRA do Projeto Integrado de Colonização Paulo de Assim Ribeiro (PIC Paulo de Assis Ribeiro), que foi criado em 1973. Com esse projeto o Instituto Nacional de Reforma Agraria – INCRA colonizou a região dos atuais municípios: Colorado do Oeste, Cerejeiras, Corumbiara, Cabixi e Pimenteiras do Oeste.

Primeiro foram demarcados e distribuídos pelo INCRA lotes rurais na região onde formou-se a cidade de Colorado do Oeste, em seguido foram demarcados e distribuídos os lotes nas regiões que deram origem à formação dos atuais municípios de Cabixi, Cerejeiras, Corumbiara e Pimenteiras do Oeste. O início da ocupação do espaço onde hoje é a área urbana de Cerejeiras ocorreu por volta de 1976.

Com a distribuição de lotes rurais de tamanho médio de 100,0 hectares para famílias de colonos agricultores ocorre o povoamento rural da região. Na ocasião não havia estrada entre a região de Cerejeiras e a sede do projeto (Colorado do Oeste) portanto, os colonos caminhavam em picadão (trilhas) para chegar aos lotes rurais.

 

 

Cerejeiras: Formação da cidade

 

No cruzamento da então Linha Três (hoje RO 435) com a Terceira Eixo (hoje RO 370), onde antes existia a sede de uma fazenda (Fazenda Escondido), havia uma pastagem de colonião, porém estava na área de colonização do projeto. Nesse local, os colonos resolveram iniciar a formação de um povoado.

No dia 29 de dezembro de 1979, famílias se reuniram com o então governador Jorge Teixeira para escolher o nome do povoado, e como a reunião foi em uma casa recente construída de madeiras da espécie Cerejeira e com o forte cheiro das madeiras, então o governador coronel Jorge Teixeira decidiu o nome “Cerejeiras”.

 

Cerejeiras: Administradores do Povoado

 

João Bertoldo Figueiredo

Raimundo Ramos

Marcos Donadon

Gabriel Martinowisk

 

Proibida reprodução - 1000.jpg

 

Cerejeiras: Criação do Município

 

O município de Cerejeiras foi criado pelo Decreto-lei nº 71, sancionado no dia 5 de agosto de 1983, pelo Governador do estado de Rondônia Jorge Teixeira de Oliveira. A área para formar o território do município de Cerejeiras foi desmembrada do município de Colorado do Oeste.

O território do município de Cerejeiras na ocasião da criação do município abrangia a margem direita do rio Guaporé.

Pela Lei nº 570, de 22 de junho de 1994, foi desmembrado área do município Cerejeiras para a formação de parte da área territorial do município de Alto Alegre dos Parecis e pela Lei nº 645, de 27 de dezembro de 1995 foi desmembrado área do município Cerejeiras para a formação da área territorial do município de Pimenteiras do Oeste.

Para administrar o município de Cerejeiras, na fase inicial, o governador coronel Jorge Teixeira nomeou interinamente o professor Gabriel Martinowisk, em 24 de agosto de 1983, em cargo de comissão com a função de prefeito (prefeito tampão).

 

Nossa Missão é- A -.png

 

Cerejeiras: Prefeito nomeado, prefeito tampão

Professor Gabriel Martinowisk, em 24 de agosto de 1983.

 

 

Cerejeiras: Prefeitos Eleitos

 

Primeiro prefeito, Adelino Neiva de Carvalho, eleito em 15 de novembro de 1984 foi empossado no cargo no dia 30 de dezembro do mesmo ano, concluiu o mandato dia 31 de dezembro de 1988.

Segundo prefeito, Rosalino Baldin, eleito em 15 de novembro de 1988 foi empossado no cargo no dia 1º de janeiro de 1989, concluiu o mandato dia 31 de dezembro de 1992.

Terceiro prefeito, Onézio Florêncio Chaves, eleito em 4 de outubro de 1992 foi empossado no cargo no dia 1º de janeiro de 1993, concluiu o mandato dia 31 de dezembro de 1996.

Quarto prefeito, Manoel Francisco de Almeida, eleito em 6 de outubro de 1996 foi empossado no cargo no dia 1º de janeiro de 1997, concluiu o mandato dia 31 de dezembro de 2000.

Quinto prefeito, José Eugênio de Souza, eleito em 1º de outubro de 2000 foi empossado no cargo no dia 1º de janeiro de 2001, concluiu o mandato dia 31 de dezembro de 2004.

Sexto prefeito, Manoel Francisco de Almeida, eleito em 3 de outubro de 2004 foi empossado no cargo no dia 1º de janeiro de 2005, concluiu o mandato dia 31 de dezembro de 2008.

Sétimo prefeito, Kleber Calisto de Souza, eleito em 5 de outubro de 2008 foi empossado no cargo em 1º de janeiro de 2009, concluiu o mandato em 31 de dezembro de 2012.

Oitavo prefeito, Airton Gomes, eleito em 7 de outubro de 2012 foi empossado no cargo em 1º de janeiro de 2013, concluiu o mandato em 31 de dezembro de 2016.

Nono prefeito, Airton Gomes, eleito em 2 de outubro de 2016, para um segundo mandato, foi empossado no cargo em 1º de janeiro de 2017. Na manhã do dia 4 de fevereiro de 2018, Airton Gomes (PP), renunciou ao cargo de prefeito alegando motivos pessoas. No documento, Airton Gomes explica que trata-se de uma "decisão difícil" e que ocorreu por causa de "desgaste físico e mental", resultando em complicações de saúde. Esclarece que a decisão de deixar o cargo não tem qualquer relação com algum problema na administração pública da cidade ou com pessoas. Com a renunciou de Airton Gomes a então vice prefeita Lisete Marth, assumiu o cargo de prefeito em 5 de fevereiro de 2018, concluiu o mandato no dia 31 de dezembro de 2020.

Nono prefeito: Lisete Marth, eleita em 4 de outubro de 2020 e empossado no cargo dia 1 º de janeiro de 2021, com mandato a ser concluído em 31 de dezembro de 2024.

 

Nossa Missão é- A -1000.jpg

 

Cerejeiras: Câmara Municipal

 

O Poder Legislativo do município foi instalado em 30 de dezembro 1984, com a posse dos vereadores eleitos em 9 de dezembro de 1984.

 

 

 

Cerejeiras: Comarca, História

 

A Comarca de Cerejeiras foi criada em 10 de dezembro de 1983, e instalada em 13 de janeiro de 1984, com a categoria de primeira entrância, foi elevada a categoria de segunda entrância e instalada em 16 de novembro de 2007, sua jurisdição abrange os municípios de Cerejeiras e Pimenteiras do Oeste.

 

 

Cerejeiras: História da Educação no município

 

 

Texto sendo elaborado

 

 

 

Cerejeiras: História da Saúde no município

 

Texto sendo elaborado

 

 

 

Proibida reprodução - 1000.jpg
cer-002b.jpg
cer-003a.jpg